terça-feira, 24 de março de 2015

ROLLEMBERG VETA NOVA QUADRA

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), vetou a probibição de construções na quadra 901 Norte, região central de Brasília. O projeto que proíbe alterações no plano urbanístico de Lucio Costa é da vice-presidente da Câmara Legislativa, Liliane Roriz (PRTB), integrante da base governista.

A deputada se disse surpresa com a notícia de que o governador Rollemberg havia vetado projeto, um dos pontos mais discutidos na polêmica versão do PPCUB (Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília), que é de de autoria do governo anterior, de Agnelo Queiroz (PT). Segundo o GDF (Governo do Distrito Federal), a justificativa do governador é de que o assunto é de competência privativa da União, de acordo com a Constituição Federal.

ROLLEMBERG VETA NOVA QUADRA

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), vetou a probibição de construções na quadra 901 Norte, região central de Brasília. O projeto que proíbe alterações no plano urbanístico de Lucio Costa é da vice-presidente da Câmara Legislativa, Liliane Roriz (PRTB), integrante da base governista.

A deputada se disse surpresa com a notícia de que o governador Rollemberg havia vetado projeto, um dos pontos mais discutidos na polêmica versão do PPCUB (Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília), que é de de autoria do governo anterior, de Agnelo Queiroz (PT). Segundo o GDF (Governo do Distrito Federal), a justificativa do governador é de que o assunto é de competência privativa da União, de acordo com a Constituição Federal.

quarta-feira, 18 de março de 2015

CAI MAIS UM ADMINISTRADOR

O administrador regional do Guará e do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), José Edberto da Silva, foi exonerado nesta quarta-feira (18/3). Edberto, presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Guará, saiu do cargo após não concordar com a forma que o GDF demitiu o assessor especial Jorge Antônio Queiroz Ribeiro em 10 de março.

A demissão de Edberto está no Diário Oficial do Distrito Federal desta quarta. O vice-governador do DF, Renato Santana (PSD), assume interinamente a função. Uma denúncia recebida pelo governo acusa o ex-assessor, que atuava na área jurídica da administração, de receber R$ 5 mil para fornecer um parecer para liberar uma área pública.

O secretário de Relações Institucionais e Sociais, Marcos Dantas, classificou o suposto comportamento de Ribeiro como inaceitável. “A partir dos indícios fortíssimos o governo agiu imediatamente com correção. Foi uma ação litigiosa que intermediou recurso para se cumprir uma obrigação do estado. O governo não aceita práticas intransigentes”, defendeu.

Este é o segundo administrador Regional à cair, o primeiro foi a de Vicente Pires, por chamar a polícia para um grupo de moradores que tapavam buracos nas ruas da cidade.

CB.

CAI MAIS UM ADMINISTRADOR

O administrador regional do Guará e do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), José Edberto da Silva, foi exonerado nesta quarta-feira (18/3). Edberto, presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Guará, saiu do cargo após não concordar com a forma que o GDF demitiu o assessor especial Jorge Antônio Queiroz Ribeiro em 10 de março.

A demissão de Edberto está no Diário Oficial do Distrito Federal desta quarta. O vice-governador do DF, Renato Santana (PSD), assume interinamente a função. Uma denúncia recebida pelo governo acusa o ex-assessor, que atuava na área jurídica da administração, de receber R$ 5 mil para fornecer um parecer para liberar uma área pública.

O secretário de Relações Institucionais e Sociais, Marcos Dantas, classificou o suposto comportamento de Ribeiro como inaceitável. “A partir dos indícios fortíssimos o governo agiu imediatamente com correção. Foi uma ação litigiosa que intermediou recurso para se cumprir uma obrigação do estado. O governo não aceita práticas intransigentes”, defendeu.

Este é o segundo administrador Regional à cair, o primeiro foi a de Vicente Pires, por chamar a polícia para um grupo de moradores que tapavam buracos nas ruas da cidade.

CB.

AGNELO, A VÍTIMA!

E eis que o ex-governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), reapareceu, depois de quatro meses “escondido” nos Estados Unidos e agora em Buenos Aires. De lá ele afirmou não ter dúvidas de que fez um “bom governo”. VÍTIMA Agnelo está se fazendo de vítima, afirmando “não aguentar mais mentira, perseguição e maldade” que estão fazendo com ele e sua gestão, chegando a acusar o atual governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), de adotar “tática nazista” contra ele.

AGNELO, A VÍTIMA!

E eis que o ex-governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), reapareceu, depois de quatro meses “escondido” nos Estados Unidos e agora em Buenos Aires. De lá ele afirmou não ter dúvidas de que fez um “bom governo”. VÍTIMA Agnelo está se fazendo de vítima, afirmando “não aguentar mais mentira, perseguição e maldade” que estão fazendo com ele e sua gestão, chegando a acusar o atual governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), de adotar “tática nazista” contra ele.

segunda-feira, 16 de março de 2015

POVO VAI AS RUAS E CLAMA PELO FIM DA CORRUPÇÃO

Ontem foi um dia atípico na vida de milhões de Brasileiros em todo o país. Assolados pela intolerância de ser governado por um governo corrupto, ineficiente e com a alta da inflação ameaçando à nação, milhões de Brasileiros saíram com bandeiras, com o rosto pintado de verde e amarelo e com uma certeza! - Mudar o rumo do país, seja econômica ou administrativa.

O recado foi dado, cabe ao governo ingerir o recado que as ruas deram e tomar atitudes.

sexta-feira, 13 de março de 2015

REFIS É APROVADO

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou nesta quinta-feira (12) a criação do Programa de Incentivo à Regularização Fiscal (Refis), que oferece parcelamentos e descontos para a quitação de impostos atrasados.

O programa representa mais uma tentativa do GDF de aumentar a arrecadação. Com a iniciativa, o governo espera receber R$ 109 milhões até o fim do ano, renunciando a R$ 88 milhões em juros e multa. O texto vai à sanção de Rollemberg.

O projeto foi enviado em fevereiro pelo governador Rodrigo Rollemberg, com pedido de urgência. Sem acordo para a votação, o texto passou três semanas em debate. A maior oposição partiu dos distritais do PT, que pediam tratamento diferente para contribuintes inadimplentes e para sonegadores. A emenda apresentada pelo partido foi aprovada.

Quem responde a processo por sonegação poderá parcelar em até 24 vezes. Inadimplentes por outros motivos têm direito a prazo maior, em até 120 parcelas. As faixas de desconto sobre juros e multa também são diferentes para cada grupo.

REFIS É APROVADO

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou nesta quinta-feira (12) a criação do Programa de Incentivo à Regularização Fiscal (Refis), que oferece parcelamentos e descontos para a quitação de impostos atrasados.

O programa representa mais uma tentativa do GDF de aumentar a arrecadação. Com a iniciativa, o governo espera receber R$ 109 milhões até o fim do ano, renunciando a R$ 88 milhões em juros e multa. O texto vai à sanção de Rollemberg.

O projeto foi enviado em fevereiro pelo governador Rodrigo Rollemberg, com pedido de urgência. Sem acordo para a votação, o texto passou três semanas em debate. A maior oposição partiu dos distritais do PT, que pediam tratamento diferente para contribuintes inadimplentes e para sonegadores. A emenda apresentada pelo partido foi aprovada.

Quem responde a processo por sonegação poderá parcelar em até 24 vezes. Inadimplentes por outros motivos têm direito a prazo maior, em até 120 parcelas. As faixas de desconto sobre juros e multa também são diferentes para cada grupo.

quinta-feira, 12 de março de 2015

PARK WAY 54 ANOS

Para a comemoração dos 54 anos do Park Way, na próxima sexta-feira (13), a Administração Regional está preparando uma programação especial, marcada para os dias 13 e 14 de março. Uma Missa em Ação de Graças, na Quadra 14 do Park Way, vai abrir a comemoração.

A festa contará com diversas atividades culturais, uma roda de conversa com o administrador Roosevelt Vilela, plantio de árvore em parceria com Fazenda da UnB (Fazenda Água Limpa – FAL) e ainda um passeio ciclístico com os moradores e seus familiares. O administrador destaca o objetivo da festa.

"Essa comemoração é feita para os moradores da cidade. Eles merecem essa festa. Vamos celebrar da melhor forma possível", ressaltou Roosevelt. No sábado (14), haverá atividades infantis, como brinquedos infláveis, das 9h às 13h, na Quadra 14 e na Quadra de Esporte da Vargem Bonita.

POSSE DOS CONSELHOS

O governador Rodrigo Rollemberg instalou na manhã desta quarta-feira (11) o Conselho de Transparência e Controle Social do Distrito Federal, composto por 17 membros da sociedade civil que acompanharão os gastos e controles do Executivo.

O evento aconteceu na Residência Oficial de Águas Claras e atende a um dos compromissos assumidos durante a campanha eleitoral. Entre as entidades com representantes estão OAB, Fecomércio, CUT, Dieese, Fibra, Agenda 21, DF em movimento, Central dos Trabalhadores do Brasil, Conselho Regional de Contabilidade e Observatório Social de Brasília.

No discurso após a posse dos membros, Rollemberg voltou a citar a crise financeira vivida pelo governo.

terça-feira, 10 de março de 2015

PPCUB

Cinco letras e uma interminável polêmica. GDF quer criar conselho consultivo para debater o plano de preservação de Brasília. Projeto foi alvo de protestos quando encaminhado pela primeira vez à Câmara Legislativa. Especialista e moradores reivindicam real participação popular na discussão.

domingo, 1 de março de 2015

PT/DF TENTA JUNTAR OS CACOS

Reunidos em encontro ontem em Brasília, o PT/DF apontou diversos erros para justificar a humilhante derrota no pleito em 2014.

Falta de unidade interna; partidos de direita; mídia e o próprio ex- governador Agnelo, que foi acusado de lotear o governo com opositores foram algumas das razões citadas durante o encontro.

É bom o PT dar uma boa razão pela derrota à sociedade, uma vez que o partido ainda tentar justificar que deixou o caixa do governo no azul, contrariando o governador Rollemberg que afirma ter encontrado o GDF , com um rombo de mais de R$ 3,5 bilhões.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

ROLLEMBERG TRAÇA MAPA DE AÇÕES

Em meio a uma crise financeira herdada do governo Agnelo Queiroz (PT), um mapa de ações estratégicas, até 2019, está sendo traçado neste sábado (28) pelo atual governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB). Para a elaboração das metas, Rollemberg está reunido desde o inicio da tarde deste sábado (28) com o secretariado, presidentes de empresas públicas e deputados distritais. Ao chegar para a reunião, o governador disse que hoje é dia de ponderar, debater e programar a marca que o governo vai deixar no Distrito Federal. Informação da Secretaria de Planejamento do DF ressalta que o resultado do trabalho em andamento será alinhado ao Plano Plurianual do período, que deve ser enviado à Câmara Legislativa até o dia 1º de agosto.

ROLLEMBERG TRAÇA MAPA DE AÇÕES

Em meio a uma crise financeira herdada do governo Agnelo Queiroz (PT), um mapa de ações estratégicas, até 2019, está sendo traçado neste sábado (28) pelo atual governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB). Para a elaboração das metas, Rollemberg está reunido desde o inicio da tarde deste sábado (28) com o secretariado, presidentes de empresas públicas e deputados distritais. Ao chegar para a reunião, o governador disse que hoje é dia de ponderar, debater e programar a marca que o governo vai deixar no Distrito Federal. Informação da Secretaria de Planejamento do DF ressalta que o resultado do trabalho em andamento será alinhado ao Plano Plurianual do período, que deve ser enviado à Câmara Legislativa até o dia 1º de agosto.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

VEREADORES

Caso os distritais aprovem im Projeto de Lei encaminhado pelo GDF. As regiões administrativas terão conselhos formados pro membros da sociedade, com a função de propor idéias aos administradores e fiscalizar obras e contratos públicos. Será uma espécie de legislativo local- sem o poder de propor ou alterar leis- , que terá como tarefa primária discutir modelos para a eleição direta dos administradores regionais, umas das principais promessas de Rollemberg.

Para terem direito a um representante do conselho, as entidades precisam ainda possuir pelo menos 200 associados ou representar pelos menos 50 pessoas jurídicas.

ELEFANTE BRANCO

Enquanto o governador  Rodrigo Rollemberg apela à crise econômica para parcelar salários e benefícios de servidores, um problema ainda vem sem solução consome muito dinheiro no Centro da cidade.

Segundo a Terracap, o estádio Mané Garrincha gasta cerca de 517 mil reais mensais só com manutenção.

Desde a inauguração, o estádio arrecadou 5,5 milhões e 7,2 milhões de gastos, ou seja prejuízo aos cofres públicos.

Atualmente o estádio é administrado por quatro entidades: Segad; Terracap; Segue; e Novacap.

Seria mesmo o estádio um elefante Branco?

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

SINDICATO E GOVERNO NÃO SE ENTENDEM

Para o governo do Distrito Federal, é remota a possibilidade de conseguir atender à reivindicação dos professores de pagar todos os benefícios atrasados em uma única parcela e de maneira imediata.

A justificativa para isso é a situação atual das finanças do DF. Segundo o chefe da Casa Civil, Hélio Doyle, a estratégia para a reunião agendada para sexta (27) será sensibilizar a categoria apresentando dados de caixa e de arrecadação. A dívida com a educação chega a R$ 184 milhões entre pagamento de férias e de 13º salários atrasados.

Do montante, o governo já pagou valor correspondente a um terço da dívida das férias, cerca de R$ 35 milhões. Doyle acusa o sindicato de não passar as informações completas para os profissionais da educação. “As lideranças sindicais não passaram corretamente as informações que tiveram na reunião com o governo. Pagar essa dívida agora é inviável. Não é o fato de estarem em greve que o dinheiro vai surgir”, declarou.

“A forma como a paralisação foi decretada é ilegal”, afirma Doyle. Segundo o chefe da Casa Civil, Hélio Doyle, o governo decidiu apelar ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios a fim de acabar com o movimento.

CB.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

ROLLEMBERG PEDE BÊNÇÃO À RORIZ

O governador Rodrigo Rollemberg em uma demonstração de humildade e sabedoria, procurou o ex- governador Roriz, que administrou o DF por quatro mandatos.

Roriz fez incontáveis obras para nossa capital, como a Usina Corumbá IV, Ponte JK, reforma do Centro de Convenções, construção de 30 anéis rodoviários, despoluição do Lago Paranoá, hospitais, o metrô, completou a Esplanada dos Ministérios com a construção do Conjunto Cultural da República, formado pela Biblioteca Nacional e o Museu da República, previstos no projeto original da cidade, além de ter criado várias cidades no Distrito Federal, retirando diversas favelas, algumas inclusive ao lado do Palácio do Planalto.

Entre as várias cidades que criou, ex: Samambaia, reconhecidainternacionalmente por meio do prêmio concedido como modelo habitacional para população de baixa renda pelo 8º Congresso Mundial da Rede Metrópolis, na Alemanha, além do Prêmio Global Dubai, pelo programa de assentamento para população de baixa renda.

Com o vexatório momento e humilhante situação financeira, Rollemberg pediu conselhos à Roriz e ao mesmo tempo se distancia de Cristovam e Reguffe, quem tem reclamado por não terem sido consultados.

Este é o primeiro capítulo do fim do casamento com Cristovam/Reguffe e um início de namoro com Roriz!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

A FARRA DE AGNELO

Mais de 40 toneladas de carne, frango e peixe e 34 toneladas de frutas. Esses são alguns exemplos do que pretendia comprar o ex-governador Agnelo Queiroz para abastecer a residência oficial de Águas Claras durante este ano. A lista tem 465 produtos e o valor total que sairia dos cofres públicos para suprir as necessidades da família do governador seria de R$ 2,4 milhões.

O total supera em mais de 60% o valor do ano de 2014.
O edital foi cancelado pela equipe de Rodrigo Rollemberg, mas os detalhes da proposta de compra surpreende tanto quanto a justificativa apresentada pelo então governador.

No documento, o GDF diz que em um ano pós Copa do Mundo, a previsão de visitas de autoridades e delegações estrangeiras exige uma despensa mais cheia. Por ano, seriam 680 potes de sorvete, 420 kg de chocolate, 1.700 pacotes de biscoito, além de 1.600 unidades de leite condensado tradicional e light. Camarão também estava garantido no edital: 67 kg por mês, ou seja, mais de 2 kg por dia.

Na lista de carnes, destaque para filé mignon e picanha. Se conseguisse se reeleger, Agnelo Queiroz teria na residência oficial mais de 100 kg de proteínas por dia e 59 tipos diferentes de carne. O montante seria suficiente para alimentar mais de 300 pessoas em apenas um dia.

A residência oficial ainda seria abastecida, anualmente, com 14 tipos de queijo em um total de 3 toneladas. A alimentação saudável também estaria garantida na residência oficial  O documento previa a compra de 41 tipos de frutas, desde as mais comum até figo, caqui e pinha.

A reportagem CBN não conseguiu contato com o ex-governador Agnelo Queiro para comentar os pedidos.