sábado, 24 de janeiro de 2015

CRISE NO GDF: DINHEIRO À VISTA

União não tem impedimentos legais para antecipar recursos do Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF) ao governo local. O Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou ontem o governo federal a fazer a antecipação. A decisão, do ministro Raimundo Carreiro, explica que a negativa de repasses antes do prazo só pode ocorrer caso os ministérios da Fazenda e do Planejamento justifiquem, por meio de ato administrativo, que há impossibilidade financeira do Tesouro Nacional por conta de despesas da União semelhantes à situação de crise do DF. No início do ano, o GDF tentou antecipar parte do FCDF para melhorar a situação das finanças locais. O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) iniciou o mandato com um rombo que ultrapassava R$ 3 bilhões. Mesmo com a situação de emergência, o governo federal respondeu que não era possível fazer antecipação porque a lei proibia. Então, o senador Cristovam Buarque e o distrital Joe Valle, ambos do PDT, entraram com uma ação no TCU com pedido de medida cautelar para que a Corte intercedesse. O Cristovam interpretou a decisão de ontem como positiva. “Fizemos a nossa parte. Agora, cabe ao governador Rollemberg tomar as providências”, afirmou. Na decisão do TCU, o ministro Carreiro dá prazo de 15 dias para o GDF encaminhar os documentos nos quais fez o pedido de antecipação, e os ministérios da Fazenda e Planejamento têm o mesmo prazo para encaminhar as justificativas que negaram o pedido. O governador Rollemberg disse ao Correio que a decisão reflete o pacto por Brasília. “Isso mostra que todos que se preocupam com a cidade estão se esforçando para que possamos sair dessa dificuldade. Vamos, agora, decidir internamente o que pode ser feito de forma prática. Vamos verificar se precisamos refazer o pedido. A providência será tomada o mais rápido possível”, salientou.

CB.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

EM CRISE DE IDENTIDADE, PT/DF PODE EXPULSAR AGNELO

Após deixar os cofres públicos vazios e uma parte do funcionalismo sem pagamento, o ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz pode responder por um débito R$ 1,5 milhão com uma produtora. Novo impasse pode resultar em sua expulsão do PT.

A empresa Fabrika Filmes pretende acionar o petista na Justiça para receber pelas peças produzidas durante a campanha.

O valor não consta na prestação de contas ao TSE e pode render a Agnelo uma condenação por crime eleitoral. Tanto ele, quanto seu vice, Tadeu Filipelli (PMDB), podem ser punidos até com inelegibilidade.

Para líderes do PT, caso pode reforçar sua saída do partido. Agnelo está nos EUA para um curso de reciclagem em medicina.

O PT/DF tenta à todo custo, colocar a culpa inteiramente pelo fracasso do governo em Agnelo e assim ganhar uma sobrevida  2018.

Acho pouco provável o povo de Brasília esquecer tudo o que estamos passando. Seria o início do fim do partido em Brasília?

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

MP PEDE BLOQUEIO DE BENS DE AGNELO

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio de suas Promotorias de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística, ajuizou ação de improbidade administrativa, nesta quarta-feira, dia 14, contra o ex-governador Agnelo Queiroz e o ex-administrador regional de Taguatinga Anaximenes Vale Dos Santos.

Eles responderão pela inauguração irregular do Centro Administrativo do Distrito Federal (Centrad).
A ação tem pedido de liminar para a decretação, imediata, da indisponibilidade de bens dos réus, incluindo contas bancárias, imóveis e veículos, no valor total de aproximadamente de 28 milhões de reais. Além disso, o MPDFT requer a suspensão dos direitos políticos por oito anos; pagamento de multa no valor de duas vezes o dano causado; proibição de contratar com o poder público pelo prazo de cinco anos e de ocupar cargos ou funções públicas pelo mesmo período da suspensão dos direitos políticos e dano moral coletivo de cerca de 4 milhões de reais.

Na ação, os promotores de Justiça esclarecem que alertaram a Administração Regional de Taguatinga e o governador do Distrito Federal sobre a impossibilidade de concessão de habite-se, mesmo diante da publicação do Decreto 3.061/14, tendo em vista a legislação federal e decisões judiciais de 1º e 2º graus que mantinham a exigência de cumprimento das medidas impostas pelo Departamento de Trânsito (Detran) no Relatório de Impacto de Trânsito (RIT).
No entanto, Agnelo Queiroz, em seu penúltimo dia no Governo, nomeou novo administrador para Taguatinga, Anaximenes Vale dos Santos, que, em apenas um dia, analisou o procedimento de mais de 4.700 páginas e concedeu a carta de habite-se, permitindo a inauguração do Centro Administrativo.

"Com a expedição da carta de habite-se e a inauguração do Centro Administrativo, o contrato prevê a obrigação de pagamento mensal de quase R$ 4 milhões às empresas que realizaram a obra, Odebrecht e Via Engenharia, em momento de evidentes problemas orçamentários no ente federativo, dentre eles a ausência de pagamento de prestadores de serviços públicos, os quais sofreram no mínimo redução significativa de qualidade", afirmam os promotores de Justiça que assinam a ação de improbidade administrativa.

domingo, 11 de janeiro de 2015

GREVE POLÍTICA DO SINPRO

Cerca de 50 servidores da Educação fazem protesto na Praça do Buriti desde a última sexta-feira (9), quando realizaram uma manifestação em frente à sede do governo do Distrito Federal. Com salários e benefícios atrasados, eles montaram um acampamento e prometem: só saem com pagamento de salário e benefícios. 

A atitude do governo de dar o pontapé inicial na Operação Levanta DF, que visa remover o acúmulo de lixo das ruas do Distrito Federal não foi visto com bons olhos pelos reivindicantes. “Se o lixo vem antes de nós, só podemos nos sentir piores que isso”, reclamou Wesley Dias, 35 anos.

Mesmo com a promessa do governador Rodrigo Rollemberg (PSD) de que os valores relativos aos salários sejam depositados até o fim desta semana, os trabalhadores da Educação desconfiam. “Eu quero minhas férias. Aqui, está todo mundo no vermelho. O governo diz que está trabalhando para pagar, mas os juros seguem correndo e ninguém vê isso por nós”, afirmou a professora temporária Elaine Alves, 36. 

Representantes do Sindicato dos Professores (Sinpro) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) acompanham o protesto.

Curiosamente o Simpro que tem a maioria da diretoria ligada ao PT, e faz oposição ao governador Rollemberg.

NO ESTILO DE RODRIGO

Além de muito trabalho e preocupação com os salários atrasados, o governador Rodrigo Rollemberg tem quebrado à rotina neste começo de governo.

Recém-chegado ao Buriti, ele ainda não usufruiu de toda a estrutura.

Ao contrário de seu antecessor, que se prendia as estruturas palacianas, Rollemberg tem visitado feiras, parques, hospitais e conversado com a população.

Nesta semana, almoçou no bandejão do Buriti, fato inédito nos 23 anos de existência do restaurante.

É só o começo de uma gestão que pretende colocar o DF de novo no rumo certo. E recuperar o prestígio da população.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

VOLTOU PARA O ARMÁRIO

Deputados distritais evangélicos e católicos estão revoltados com a criação da Subsecretaria para Assuntos de Pessoas LGBT. A bancada religiosa entregou uma carta a Rodrigo Rollemberg (PSB) expressando a insatisfação, pois acredita que o novo órgão privilegia apenas o segmento referido na nomenclatura. Como resposta, os parlamentares reivindicam a Subsecretaria de Defesa dos Valores da Família. Para evitar desconforto com ambas as partes, o GDF deve reestruturar a pasta da Mulher, Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, acabar com a subsecretaria, mas manter as políticas voltadas para o setor.

Subordinada à secretaria, a função seria ocupada pelo candidato a deputado federal derrotado do PSB Flávio Brebis. Ele será mantido no governo e garante que os interesses dos homossexuais, lésbicas, bissexuais e transsexuais (LGBT) não perderão força no mandato socialista. “A pauta vai existir, o Estado é laico e tem a obrigação de combater qualquer tipo de preconceito. Vamos tocar políticas públicas em busca da igualdade de gênero”, ressalta.

O distrital Rodrigo Delmasso (PTN) é pastor da corrente evangélica Sara Nossa Terra. Ele foi um dos líderes do movimento contrário ao novo órgão e defende o combate a qualquer tipo de discriminação. Não acredita, no entanto, que em Brasília a opção sexual seja alvo de preconceito. “Você não pode trazer a realidade do Rio de Janeiro e de São Paulo, lugares nos quais os movimentos extremistas têm muita força, para o Distrito Federal. Onde existe esse preconceito aqui? Pelo menos onde eu ando, vejo os gays transitarem tranquilamente”, declara. Delmasso justifica que, às vezes, é malvisto pelo fato de ser pastor, mas que não necessariamente deve ser criada uma subsecretaria sobre esse assunto. “Hoje em dia, quando alguém sai na rua com uma Bíblia debaixo do braço, é visto como um bandido, é chamado de homem-bíblia.

Criar um órgão só para assuntos LGBT só servirá para acirrar as diferenças”, argumenta. Brebis contesta. “Dados de uma das instituições mais respeitadas do tema, o Grupo Gay Bahia, revelaram que, em 2013, 338 homossexuais foram assassinados. Aposto que nunca ninguém morreu por ser evangélico”, rebate. Cortes Marise Nogueira, chefe da pasta da Mulher, Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, antecipa que, para obedecer à ordem de cortar despesas, todas as subsecretarias devem ser extintas — apenas as três secretarias adjuntas permanecerão. “Ainda devem haver mudanças em relação à estrutura do órgão, como foi publicado no Diário Oficial (DODF) de 2 de janeiro”, afirma. Não se sabe, porém, se a nomenclatura LGBT, que irritou os distritais, será mantida, seja ela numa coordenadoria, seja numa diretoria da pasta.

CB.

sábado, 3 de janeiro de 2015

ROLLEMBERG PLANTA ÁRVORES E VISITA CEILÂNDIA

Após plantar árvores no Sudoeste e em Ceilândia na manhã deste sábado (3/1), o novo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), se dirigiu para um campinho de futebol amador em frente à QNR 3. Mesmo sem uniforme, Rollemberg arriscou mostrar as habilidades como jogador ao lado de crianças e jovens da comunidade. Ele estava vestido com camisa polo, calça jeans e sapatênis. O botafoguense deu dois chutes ao gol, mas as duas tentativas foram defendidas pelo goleiro.

CB.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

ROLLEMBERG PEDIRA ANTECIPAÇÃO DO FUNDO CONSTITUCIONAL

O governador recém-empossado do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), disse no início da tarde desta quinta-feira que irá pedir à presidente Dilma Rousseff a antecipação de R$ 412 milhões em recursos de fundos constitucionais para pagar dívidas deixadas por seu antecessor, Agnelo Queiroz (PT). Rollemberg destacou que a prioridade será pagar salários atrasados de servidores, especialmente o 13º salário. "O primeiro grande desafio é conseguir equilibrar as contas. Nós estamos com gestões junto ao governo federal para que haja antecipação da segunda parcela do fundo constitucional para que a gente possa avançar. Essa é a prioridade: regularizar os pagamentos e serviços. Se conseguirmos esse adiantamento, vamos avançar e garantir receita antecipada", afirmou Rollemberg, durante entrevista coletiva. O novo governador do DF tomou posse nesta manhã com o desafio de superar uma grave crise nas contas públicas, avaliada pela sua equipe de transição em R$ 3,8 bilhões. A situação financeira local se agravou depois das eleições de outubro, nas quais o candidato à reeleição, Agnelo Queiroz, foi derrotado, ficando fora do segundo turno. Desde então, o governo distrital passou a atrasar salários de servidores e o pagamento de empresas que prestam serviços ao governo. Agnelo sai do governo deixando uma dívida consolidada de mais de R$ 2 bilhões, comprometendo cerca de 15% da receita corrente líquida de 2015. O DF está entre as dez Unidades de Federação com o maior comprometimento orçamentário com amortização de dívidas.

ESTADÃO.

CELINA LEÃO

Celina Leão será a presidente da Câmara Legislativa no Biênio 2015/2016.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

PARABÉNS DEPUTADO EVANDRO GARLA

Mais nem tudo são péssimas lembranças de 2014. Nessa atual legislatura, na Câmara Legislativa por exemplo, Brasília conheceu um jovem de passadas largas e de sorriso farto, com diplomacia e transparência fez um mandato nota 10.

Falo do competente distrital Evandro Garla/PRB. Com ótimo trânsito em todas as vertentes políticas e partidárias de Brasília, Garla fez um mandato exemplar, em defesa da família,  dos jovens, dos idosos e de toda a população do DF, sejam católicos,  cristãos, famosos e anônimos.

Abrindo mão de uma candidatura que certamente o levaria a mais uma vitória à da reeleição, foi para ruas sem vaidades e impedimentos, apoiar e coordenar a linda, expressiva e inédita vitória do distrital Júlio Cesar/PRB, campeão de votos em Brasília. Além disto, na condição de Secretário Nacional do PRB, na montagem das chapas, contribuiu imensamente no crescimento do partido,  pulando de 10 para 21 deputados eleitos, sendo o partido que mais cresceu neste pleito em todo o Brasil!

Na Câmara Distrital será substituído por um campeão! Mais nos nossos corações e mentes sempre haverá um lugar para você Deputado Evandro. Brasília te ama e te agradece por tudo que fez e continuará fazendo! Parabéns por ser filho desta cidade e por dignificar o seu povo!

2014, O PIOR ANO QUE BRASÍLIA JÁ VIU!

Assim como o ano de 2014, está chegando ao fim o governo Agnelo, Saudades?  Nenhum cidadão de bem que paga seus impostos fielmente, seja ele professor,  médico,  servidor público,  garcon etc... esquecerá este governo, e as lembranças serão infelizmente amargas, muito amargas.

Poucos em Brasília conhecem o ex- militante do PC do B como eu, onde estivemos por quase 20 anos nas mesmas fileiras em defesa de Brasília e do DF, bons tempos em que Agnelo foi um deputado nota 10, seja na defesa da soberania nacional, das inúmeras assembléias sindicais em defesa dos trabalhadores ou até mesmo no empréstimo de um terno, ao quase desconhecido trabalhador do GDF que teria um casamento e quase a mesma altura do deputado Agnelo, Boas lembranças!

Mais com o tempo e caindo em suas mãos uma eleição no qual os favoritos caíram pelas beiradas,  Roriz e Arruda, ficou fácil para ganhar e ganhou!

E com a vitória e fama se aliou a o que mais ridículo e incompetência poderia lhe dar, o PT. Não o todo, mais boa parte do seu secretariado e administradores beiravam do grotesco ao balcão de negócios,  da lama ao caos,  do bizarro ao imaginário,  e assim se foi quatro anos de governo Agnelo em uma carreira política jogada por água à baixo, as mesmas águas  e lama que entopem bueiros a alagam a nossa cidade, levando caos e horror ao povo.

E o que dizer à milhares de famílias que passaram o natal e provavelmente o réveillon sem dar presentes, com as contas atrasadas. Esses trabalhadores tem motivos para sorrir?

Terminar um governo como terminou, foi sem sombra de dúvidas,  uma Paulada na cabeça dos petistas que sonhavam mais quatro anos com o poder e principalmente ao povo do DF quem em meio a dor e esperança acreditou em um projeto de governo e mais uma vez vê o ódio de Agnelo vencer a esperança.

Que venha 2015 e junto com ele um governo que esperamos ser um governo austero,  dinâmico e popular.

2014 será para sempre lembrado como os pior ano que Brasília já teve, superando a caixa de Pândora e regimes militares. Mais assim como os ipês,  sejam eles amarelos, brancos ou até mesmo os roxos de raiva e esperança,  Brasília sairá vitoriosa, por que tudo passa, até Você Agnelo.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

MAIS ANÚNCIOS NESTA SEGUNDA

COLETIVA DE IMPRENSA.

A equipe de transição convida a imprensa para coletiva de anúncio de novos nomes do governo Rollemberg, nesta segunda-feira (29/12), às 14h30.

Coletiva de imprensa transição

Tema: Novos nomes do governo Rollemberg

Data: Segunda-feira- 29/12

Horário: 14h30

Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães – bloco da transição, Ala Sul (mesma entrada da Secretaria de Turismo)

Informações:

Adriana Caitano – 8172-0764

Gabriella Furquim – 8124-9102

PRESSIONADO, AGNELO FARÁ FESTA PARA DILMA

Em meio à uma crise administrativa, o GDF anunciou as atrações para a festa de réveillon na esplanada do Ministérios, o evento é criticado pela população, especialistas e órgãos de fiscalização, nos bastidores a decisão de Agnelo derrotado nas eleições deste ano, reflete a pressão do PT que insiste na realização da festa para tentar evitar o esvaziamento na  posse de Dilma no dia 1°. A festa terá custo de R$ 1.654.000 de reais.

Esta é mais uma demonstração de incoerência que tem guiado este governo na reta final.

É a velha história da falta de previsibilidade, mesma coisa com as chuvas e alagamentos e agora não  por acaso as festas de fim de ano não eram previsíveis?

Estamos assistindo um fim de governo lamentável!

sábado, 27 de dezembro de 2014

MPDFT QUER EVITAR APAGÃO

O Distrito Federal viveu um apagão de gestão no fim do governo de Agnelo Queiroz. Servidores sem salários e suspensão de serviços públicos essenciais dominaram o noticiário nos últimos dois meses. Para evitar que situações como essa ocorram novamente, o novo procurador-geral do Distrito Federal, Leonardo Bessa, acredita em medidas preventivas do MPDFT (Ministério Público do DF e Territórios).

Bessa, que tomou posse no início de novembro, vai ficar à frente do MP por dois anos. Ele aposta em acompanhamento diário do orçamento público.

— Quando o Ministério Público acompanha diariamente o orçamento, pode realizar medidas judiciais preventivas para evitar remanejamento indevido de verba pública, explica.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

NA ÚLTIMA HORA

Estava pensando como deve estar a cabeça do governador Agnelo e do povo diante de tanto descumprimento e má gestão.

Os servidores por exemplo sem salários ouvem a promessa de pagamento no último dia de governo, a programação de réveillon será divulgada também no último dia de governo, isto é se ganhar a guerra judicial.

Algumas servidores de empresas terceirizadas idem!

Será meramente mais uma promessa ou medo de mais protestos com fechamento de vias e caos.

A verdade é que não existe verdade!

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

PRB GANHA O MINISTÉRIO DO ESPORTE

O PRB foi contemplado nesta terça pela presidente Dilma a comandar o Ministério do Esporte em seu segundo mandato.

O escolhido foi o deputado federal por Minas, o radialista e Teólogo George Hilton/PRB.

Aldo Rebelo que não disputou a reeleição por São Paulo e tinha a promessa de continuar no comando da pasta, perdeu a queda de braço com os republicanos que cresceram e elegeram 21 deputados federais contra 10 dos comunistas.

Hilton terá um grande desafio pela frente, o de organizar as olimpíadas no Brasil em 2016.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

FEIJÃO COM ARROZ

O Distrito Federal tem características diferentes de outras unidades da Federação. O governador é também um prefeito.

Precisa ir às ruas. Ver e sentir o que acontece no dia a dia da cidade. Falar com o povo e assim definir prioridades. Um governo que não sai dos gabinetes dá um passo para o erro. Se escolher a sociedade como aliada, Rodrigo estará no caminho certo.

Sanear as finanças do Buriti é o desafio inicial. Enxugar a máquina, conter e priorizar gastos e reestruturar o governo fazem parte dessa missão. Ao mesmo tempo, planejar.

Quando não se planeja, o risco de desperdício e de ineficiência costuma ser bem maior. De mãos dadas com a população, o novo governador pode iniciar um novo ciclo na política brasiliense, virando a página de administrações marcadas por escândalos e ineficiência.

Agnelo foi um administrador tão ruim que Rodrigo não precisa fazer muito. O que fizer, será aplaudido. E terá o povo ao seu lado.   

Basta fazer o feijão com arroz. 

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

NOITE DE DIPLOMAÇÃO

Os deputados distritais, federais e senadores eleitos do Distrito Federal, mais o governador eleito Rodrigo Rollemberg, foram diplomados na noite desta quarta-feira (17) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

A mesa da cerimônia foi composta por desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral e do novo Procurador-Geral do DF. Os primeiros chamados foram os 24 deputados distritais. Em seguida, foi a vez dos deputados federais e senadores, eleitos para representar o DF no congresso nacional.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

LEILA DO VÔLEI ASSUME ESPORTE

Duas vezes medalhista de bronze em Jogos Olímpicos, a ex-jogadora de vôlei e vôlei de areia Leila, chamada no meio político de Leila Barros, vai ser a secretária de Esporte e Lazer do Distrito Federal a partir do próximo dia 1º de janeiro. O nome dela foi um dos 23 anunciados nesta segunda-feira pelo governador eleito Rodrigo Rollemberg (PSB), que apresentou sua secretaria.

Leila, que está com 43 anos e é natural de Brasília, candidatou-se ao cargo de deputada distrital nas eleições deste ano, pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB). Ela recebeu 11.125 votos e é a primeira suplente de uma coligação que tinha o PRB e o PTC. O campeão de votos no DF, Júlio Cesar/PRB, já foi secretário de Esporte no Distrito Federal foi o outro eleito na coligação.

Quando jogadora, Leila conquistou duas medalhas de bronze olímpicas, em Atlanta/1995 e Sydney/2000. Entre os títulos, quatro conquistas do Grand Prix. Casada com o jogador de vôlei de praia Emanuel Rêgo, Leila é a idealizadora do Brasília Vôlei, que disputa a Superliga Feminina desde a edição passada. Nas urnas este ano, usou o nome "Leila do Vôlei".