terça-feira, 22 de agosto de 2017

MUDANÇAS NO GDF

O governador Rodrigo Rollemberg vai trocar o comando da Secretaria de Agricultura. O presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), Argileu Martins da Silva, assumirá a pasta. O secretário de Agricultura, José Guilherme Leal,  recebeu convite para continuar  no governo: ele deve comandar a Emater.

 

Guilherme Leal está no primeiro escalão desde o início do governo Rollemberg. Ele foi indicado para o posto pelo presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT). O deputado distrital tem articulado uma candidatura ao GDF, ao lado do senador Cristovam Buarque. Mas, apesar das negociações nos bastidores para lançar uma chapa contra Rollemberg, Joe manteve o mesmo espaço no Executivo até agora.

 Argileu Martins da Silva é extensionista da Emater-MG. Formado em sociologia, ele tem pós-graduação em gestão social, profissionalização de agricultores e educação rural. Foi secretário-executivo do Pronaf em Minas Gerais e dirigiu a Emater-MG. No governo federal, onde atuou até 2015, comandou o Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural e foi secretário Nacional de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

NEMER É ASSALTADO NO GUARÁ

O deputado federal Rôney Nemer foi vítima de um assalto na manhã desta quarta-feira (9/8). Por volta das 5h30, o parlamentar saía da casa que pertencia a seu pai, na QE 17 do Guará II, quando foi surpreendido por um homem que anunciou o roubo.

Sem reagir, Nemer passou os dois celulares que portava no momento, um iPhone de propriedade do PP, partido ao qual é filiado, e um da LG, que pertence à Câmara dos Deputados.

Aos 54 anos, 37 dos quais vivendo em Brasília, Rôney Nemer conta que jamais havia sido assaltado. “Moro no Recanto das Emas e nunca vivi nenhum episódio de violência na cidade. Quando isso acontece, a gente se sente desamparado”, contou o deputado.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

CRISTOVAM PRÉ -CANDIDATO À PRESIDENTE

 Comissão Executiva Regional do PPS-DF definiu apoio a pré-candidatura do senador Cristovam Buarque (PPS-DF) à Presidência da República, em reunião realizada nesta semana.

 O assunto já havia sido analisado na última semana. Praticamente já estava estabelecido o consenso sobre o apoio ao nome do senador. A dúvida ficava por definir o melhor momento para lançar abertamente a proposta.

 Na reunião, prevaleceu o entendimento que a militância do DF não pode ignorar mobilizações que estão surgindo em prol do senador em vários estados. Por esse motivo, não pode mais retardar esse aval.

Apesar dessa indicação, os membros da Executiva ressaltaram que o apoio deve ser debatido em todas as etapas do Congresso Distrital da legenda. “Quem vai, de fato, aprovar ou não essa proposta serão os membros do congresso nacional do partido, que se reúne no segundo semestre, em novembro”, complementa o presidente do PPS-DF, Chico Andrade.

 

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

FICA TEMER, FICA!

Por mais mal amado que seja, Temer ocupa legitimamente o cargo e tem conduzido um programa de reformas indispensáveis à reconstrução do país – reformas, convenhamos, mutiladas pelo Congresso, mas, mesmo assim, reformas!

Vencida a etapa de hoje no Congresso – tudo leva a crer que a denúncia será arquivada -, Temer continuará ferido, com a base aliada menos coesa, mas apto a continuar pilotando essa nau chamada Brasil, atirada contra o iceberg pelo PT e fazendo água por todo lado, mas em condições de chegar a porto seguro se estiver em mãos habilidosas.

Associo-me aos que não gostam de Temer, mas brado: “Fica, Temer, fica!”.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

IZALCI CANDIDATO AO BURITI

O deputado federal Izalci Lucas (PSDB), afirmou hoje (24) que é pré-candidato ao governo do DF, e que o problema de Brasília não é falta de recursos e sim má gestão.

O parlamentar que é presidente regional do PSDB, tem percorrido todo o DF em busca de apoio político, ouvindo as principais lideranças da cidade e construindo segundo ele, um planejamento para o Distrito Federal.

Sobre a Saúde pública, Izalci ressalta que pretende trabalhar em conjunto com os servidores, e que não os considera como seus inimigos. O deputado destaca ainda as medidas provisórias 746 (reforma do ensino médio) e a MP 759 (regularização fundiária) que foram sancionadas recentemente.

AGNELO CONDENADO

O ex-governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, foi condenado por improbidade administrativa por ter reintegrado a Polícia Militar o ex-deputado distrital Marco Lima, expulso da corporação em 1992 por questões disciplinares.

 Tendo sido readmitido à polícia após virar deputado distrital em 1995, foi novamente exonerado em 2000. Mas em 2012, o ex-deputado foi nomeado por Agnelo para uma função na Casa Militar, cargo reservado aos policiais militares.

 

terça-feira, 6 de junho de 2017

O CALVÁRIO DE FILIPPELLI


Depois de passar nove dias na prisão, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli tem pela frente uma batalha importante para permanecer vivo no cenário político. Ele precisa manter o controle do PMDB-DF.

Mesmo bem relacionado entre peemedebistas da direção nacional, Filippelli pode perder a presidência da legenda ou precisar se sujeitar a uma composição que não lhe agrade por conta dos desgastes decorrentes das delações de executivos da Andrade Gutierrez. Há precedentes.

O próprio Filippelli conseguiu impor, em 2009, uma derrota interna a Joaquim Roriz. Mesmo tendo sido governador quatro vezes, Roriz precisou deixar o partido para se candidatar novamente. Estava, na época abatido pela repercussão da Operação Aquarela, que o fez renunciar ao mandato de senador, dois anos antes.

sábado, 3 de junho de 2017

ARRUDA É ABSOLVIDO

Depois de dois anos de ter sido absolvido em primeira instância, o ex-governador José Roberto Arruda obteve nova vitória na justiça. Por unanimidade, a 1a Turma Criminal de Brasília manteve a absolvição dele no processo em que era acusado de fraudar a Lei de Licitação e ter beneficiado o ex distrital Benedito Domingos e familiares no serviço de contratação de decoração natalina em 2008.

terça-feira, 23 de maio de 2017

EX- GOVERNADORES PRESOS

Que ponto chegamos! Os ex- governadores Agnelo Queiroz e Arruda, mais o ex-Vice Governador Filippelli foram presos pela polícia federal. Eles são acusados de serem beneficiados com a construção do estádio Nacional de Brasília. Milhões teriam sido desviados do esquema.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

PUXADINHOS

O governo do Distrito Federal informou nesta quarta-feira (3) que um terço dos comércios na Asa Sul entraram com pedido para regularização dos "puxadinhos". O decreto para regularização dos comércios na área foi assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg em 12 de janeiro deste ano.

Até maio, 48 projetos foram aprovados, 39 termos de uso provisório foram concedidos e 380 processos estão em análise com documentação pendente. Segundo o presidente da Federação de Comércio do DF (Fecomércio), Adelmir Santana, um dos pontos problemáticos para os empresários é a exigência de quitação dos impostos para aprovação do projeto.

sábado, 15 de abril de 2017

AGNELO E ARRUDA NA LISTA

Os ex-governadores do Distrito Federal, José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT) estão na Lista de Fachin. A lista teve como base as delações de ex-executivos da empreiteira Odebrecht. Os políticos do DF foram citados pelos delatores, Cláudio Melo Filho, João Antônio Pacífico Ferreira e Ricardo Roth Ferraz de Oliveira.

AGNELO E ARRUDA NA LISTA

Os ex-governadores do Distrito Federal, José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT) estão na Lista de Fachin. A lista teve como base as delações de ex-executivos da empreiteira Odebrecht. Os políticos do DF foram citados pelos delatores, Cláudio Melo Filho, João Antônio Pacífico Ferreira e Ricardo Roth Ferraz de Oliveira.

quarta-feira, 22 de março de 2017

HOMEM QUE CLONOU CELULAR DE ROLLEMBERG ESTÁ PRESO

Jefferson Rodrigues Filho, o homem que clonou o telefone celular do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), está preso.

A prisão preventiva do suposto estelionatário foi decretada pelo juiz Wagno Antônio de Souza, da 2ª Vara Criminal de Taguatinga. Na última quarta-feira (15/03), a Justiça negou o relaxamento da prisão.

Jefferson teve a prisão preventiva decretada em dezembro, depois de ser denunciado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) pelos crimes de apropriação indébita, falsificação de documento e estelionato.

Ao decretar a prisão, o juiz considerou a conduta criminosa recorrente de Jefferson. Ele tem cinco registros criminais, três deles por estelionato. "A conjugação desses fatos aponta no sentido de que o acusado desafia a paz social e certamente acredita na impunidade na repressão criminal. Igualmente, evidencia que em liberdade ele encontra estímulos para continuar na seara criminosa, pois a atuação Estatal, até o momento, não se mostrou suficiente para lhes impor um freio inibitório", ressaltou o juiz.

sábado, 18 de março de 2017

AUGUSTO CARVALHO PEDE INVESTIGAÇÃO CONTRA SANDRA FARAJ

O presidente do SD Solidariedade no DF, Dep. Augusto Carvalho encaminhou ao Conselho de ética foi partido em âmbito nacional uma representação que recebeu de um filiado contra a deputada Sandra Faraj(SD, pela suspeita de uso irregular de verba indenizatória da CLDF. A legenda vai analisar se houve conduta irregular por parte da deputada.

quarta-feira, 15 de março de 2017

AGNELO E ARRUDA NA LISTA DE JANOT

A nova lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, atinge nomes de expressão na política do DF.

Os ex-governadores Agnelo Queiroz (PT) e José Roberto Arruda (PR), que já respondem a várias ações por outras denúncias, foram citados nas delações dos executivos da Odebrecht colhidas pela força-tarefa da Lava-Jato e deverão ser investigados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Eles estão listados entre os 211 pedidos de remessa dos casos para a Justiça nos estados por se tratarem de políticos que não têm foro no Supremo Tribunal Federal (STF).

Preso em Curitiba, o ex-senador Gim Argello também é citado. O relator da Lava-Jato, ministro Edson Fachin, deverá remeter essas petições ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal que, por sua vez, deverá encaminhar a promotores do DF.

Entre os citados, está também um deputado distrital: Robério Negreiros (PSDB).

O contexto dessas citações ainda está sob sigilo, mas Janot pediu a quebra do segredo de justiça.

Outros políticos do DF também foram listados e devem aparecer na terceira lista de Janot, sobre obras da Andrade Gutierrez.

Dois empreendimentos estão no olho do furacão: o Centro Administrativo do DF e o estádio Nacional Mané Garrincha.

CB.

terça-feira, 14 de março de 2017

ROLLEMBERG NO PLANALTO


O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) vai ao Palácio do Planalto nesta quarta-feira (15/03) para assinar com o presidente Michel Temer o acordo para liberação de R$ 55 milhões, do Ministério da Integração Nacional, para a obra de captação de água do Lago Paranoá.

Temer pediu ao governador que o ato fosse na Presidência da República. O evento será às 15 horas.

A obra deve começar imediatamente, com conclusão prevista para ocorrer até setembro. O projeto emergencial prevê a captação de 700 litros de água por segundo.

O objetivo é reforçar o abastecimento de água e reduzir o impacto da crise hídrica por que passa o Distrito Federal.

sexta-feira, 3 de março de 2017

SIMPOL-DF ESCOLHERÁ NOVA DIREÇÃO

Policiais civis vão às urnas na próxima terça-feira escolher entre cinco chapas o novo comando do Sinpol-DF. Em jogo, a escolha da direção de uma entidade forte, com potencial para interferir na corrida eleitoral de 2018. Do sindicato, saíram deputados como Wellington Luiz (PMDB) e Fábio Barcellos (PDT). Também está em questão a radicalização ou a postura de diálogo com o governador Rodrigo Rollemberg na negociação para a paridade dos salários da categoria aos da Polícia Federal (PF).

Na campanha de 2014, todos os candidatos ao Palácio do Buriti participaram de uma sabatina promovida pelo Sinpol-DF. As reivindicações da categoria eram a paridade, pagamento do auxílio-moradia e melhores condições de trabalho. Como será em 2018?

 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

REGUFFE DEFENDE ISENÇÃO DE IMPOSTOS PARA MEDICAMENTOS

É um absurdo e inaceitável para mim essa questão dos impostos sobre remédios no Brasil. Enquanto na Inglaterra, no Canadá e na Colômbia, por exemplo, não se cobram impostos sobre medicamentos; no Brasil, 35,7% do preço de um remédio são apenas impostos. Apresentei aqui no Senado na minha primeira semana como senador a PEC 2/2015, que proíbe a tributação sobre remédios.

O correto seria o governo distribuir remédios gratuitamente para toda a população quando alguém precisasse, mas, na impossibilidade disso, o mínimo que o governo deveria fazer é não tributar os remédios. Ninguém compra remédios porque quer, mas porque precisa. Existem famílias que gastam mais de R$ 3 mil por mês com medicamentos de uso contínuo. Isso é a vida real das pessoas. Algumas não conseguem e deixam de comprar os remédios que precisam. Defendeu o Senador!



quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

TRE-DF ADIA PELA TERCEIRA VEZ O JULGAMENTO DE LILIANE RORIZ

A retomada do julgamento da deputada distrital Liliane Roriz (PTB) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) foi adiada pela terceira vez. Agora, a suspensão da análise do caso ocorreu a pedido da defesa. Os advogados da parlamentar alegam que Liliane já foi condenada em outro processo pelas mesmas acusações e que ela não poderia ser processada duas vezes pelo mesmo crime.

 O julgamento começou no ano passado e foi interrompido por pedido de vista. Já há cinco votos para a condenação da filha caçula de Joaquim Roriz por crime de compra de votos e falsidade ideológica na disputa eleitoral de 2010. A maioria do plenário entendeu que, durante a eleição daquele ano, Liliane prometeu cargos no GDF em troca de trabalho de cabos eleitorais.

 Ela ainda teria deixado de declarar na prestação de contas à Justiça Eleitoral a ajuda na campanha que recebeu de pelo menos 20 pessoas. Os cinco desembargadores que já se posicionaram acataram a denúncia do Ministério Público Eleitoral e condenaram Liliane a uma pena de quatro anos de reclusão em regime semiaberto, podendo ser convertida em restrição de direitos.

 À Justiça Eleitoral, Liliane Roriz negou promessa de nomeações de cabos eleitorais em cargos públicos. Sobre o trabalho não declarado na prestação de contas, a distrital disse que eram voluntários que procuravam o comitê de campanha por serem eleitores de seu pai, o ex-governador Joaquim Roriz.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

RAFAEL PRUDENTE É DESTAQUE NA CLDF

No primeiro mandato de deputado distrital Rafael Prudente/PMDB, já aparece na lista de parlamentares mais atuantes da Câmara Legislativa do DF.

O parlamentar é membro titular em comissões importantes da casa como a de Economia, o cargo de Vice- Presidente;  a de educação, governança, Transparência e Controle.

O parlamentar apresentou 92 projetos de Lei, sendo que 14 foram aprovados e 11 sancionados.

Atuante e habilidoso, Rafael Prudente não perdeu a simpatia e sempre tem visitado as bases e ampliando o seu mandato parlamentar.